Sítio Independente do Curso de Engenharia Eletrônica do Campus Curitiba da UTFPR
Random header image... Refresh for more!

Prata da casa – por onde andam os engenheiros formados

Empresas que ofertam estágio ou contratam nossos alunos


Registra-se aqui o agradecimento a algumas empresas que nos últimos anos contrataram nossos alunos ou contribuíram para a sua formação acadêmico por meio de ofertas de estágios.

Empresa Atividades Técnicas
Alta Rail Technology Desenvolvimento e testes de controladores ferroviários
Unify Teste e desenvolvimento de Softswitches
Dataprom Equipamentos e Servi‡os de Informática Industrial Ltda Equipamentos de controle de tráfego
ExxonMobil Business Support Center Brasil Ltda ase mundial de suporte de TI para a companhia
Furukawa Electric Latam SA teste, desenvolvimento e produção de fibras óticas e equip. associados
Gemalto do Brasil Cartäes e terminais Ltda teste e produção de cartões inteligentes
Huawei operação e manutenção da planta de telecom
IOTAG Tecnologia Ltda desenvolvimento de equipamentos de IOT para agricultura
Lactec Ensaios de produtos e cerificalção de equipamentos
Mundi Assistência Técnica Ltda_ME Manutenção de Equipamentos para a área Hospitalar
Partec Tecnologia Ltda Teste e desenvolvimento de equipamentos eletrônicos
Progress Rail Equipamentos e Servi‡os Ferroviários Ltda Desenvolvimento e testes de controladores ferroviários
Publify e Zayve Engenheiro de software
Radek Sistemas de Informação Ltda Tecnologia da Informação – software e testes
Sanepar Telemetria
Sociedade Rádio Emissora Paranaense (RPC) Manutenção e testes de equipamentos de rádio-transmissão
SSE Gridtech Sistemas e Solu‡äes Ltda Implementação de soluções em Smart-Gridtech
Teracom Telematica S.A. teste e desenvolvimento de equipamentos de telecom
VendPago Soluções de Pagamento Ltda Teste e desenvolvimento de soluções de “Vending Machines”
Volvo do Brasil Ve¡culos Ltda Testes na área de eletrônica embarcada veicular
WI2BE Tecnologia SA Acompanhamento da produção, alinhamento de antenas e transmissores de RF

Que importância o curso teve na sua vida, segundo alguns ex-alunos.

 

“O curso dá aporte teórico para o aprendizado necessário para atuação no mercada de trabalho, no entanto, essas habilidades técnicas específicas requeridas pela indústria e empresas no geral, são pouco abordadas. Os estágios adquiridos tendem a ter um papel mais importante no norteamento da carreira do que o curso em si. Dessa forma, a exemplo de cursos da área da saúde, faz falta que os estágios sejam organizados pela própria Universidade, garantindo ao menos parcialmente a experiência necessária para escolher seu rumo.”

Mateus Przysiada Zem (Turma 2019 – Costumer Account Specialist – ExxonMobil) mateusprzysiadazem@gmail.com

“A maior importância do curso foi a rede de contatos com outros estudantes e professores e também as portas abertas para os estágios em que participei. Por outro lado foi muito importante aprender a aprender, já que no dia a dia é isso o que fazemos. Na minha opinião o curso é bastante trabalhoso, o que faz com que várias pessoas desistam, mas concluí-lo é bastante gratificante.”

Paulo Vitor Ludewig Varela (Turma 2019 – Engenheiro de sistemas – Zf Friedrichshafen AG) paulovitorludewig@gmail.com

“Acredito que o curso me deu uma ótima visão da área técnica da engenharia, o que me possibilitou o desenvolvimento de um pensamento crítico sobre a solução de problemas em um âmbito geral, me preparando assim para o mercado de trabalho. No começo da minha carreira atuei como engenheiro de automação, hoje não atuo mais diretamente na área porque o ambiente de trabalho fabril não me atraiu. Porém, o curso continua sendo fundamental no quesito de abrir portas, ter uma boa formação faz com que você comece na frente dos concorrentes em disputas por vagas.”

Felipe Honjo Ide (Turma 2019 – Estudante de Mestrado – Shinshu University) felipehide@gmail.com

“Durante a graduação em Engenharia Eletrônica, tive a oportunidade de participar do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Fiz 1 ano da graduação na Alemanha e foi uma experiência incrível. Sem dúvidas mudou a minha vida e a minha visão sobre a engenharia. O meu desempenho nas disciplinas deu um salto depois que retornei do intercâmbio. Dois anos depois também fui indicada por um professor para uma oportunidade de estágio na Alemanha por 6 meses. Trabalhei com um time de pesquisa e desenvolvimento excepcional e engajado em uma empresa multinacional. Recentemente fui contratada pela mesma empresa para atuar como engenheira de desenvolvimento no departamento que estagiei.
Acredito que o curso de Engenharia Eletrônica me deu a base para desenvolver diversas outras habilidades além do conhecimento puramente técnico, tanto no âmbito pessoal quanto no âmbito profissional. “

Isabela (Turma de 2017 – Engenheira de desenvolvimento de software -ZF Friedrichshafen AG )
isabela_deolindo@hotmail.com

“O curso me proporcionou muitas oportunidades profissionais de grande valor, além de permitir que eu desenvolvesse minhas capacidades dentro da Eletrônica, área que gosto muito. Considero que grande parte do meu aprendizado foi por esforço próprio, mas que sem a ajuda da faculdade eu não chegaria no nível de conhecimento que tenho hoje. Logo que me formei fui efetivado como engenheiro na Landis+Gyr, que valoriza muito os engenheiros formados pela UFPR e UTFPR. O curso de Engenharia eletrônica da UTFPR é muito bom comparado com o de outras universidades próximas, mas ainda tem muito o que evoluir, principalmente na mentalidade do corpo docente. Deve-se entender que, apesar de ser uma universidade, o curso visa formar engenheiros que podem seguir carreira tanto acadêmica quanto profissional. Hoje em dia eu vejo o lado profissional abandonado no curso, com muitas ferramentas e conceitos utilizados no mercado de trabalho que não são nem ao menos mencionados em sala de aula. Além disso, deve-se atentar que muito alunos fazem estágio e geralmente são liberados as 15:00. Mas os professores INSISTEM em marcar aulas as 13:00, 13:50, e como eu já ouvi dizer “O aluno que faz estágio que se vire”. Já até conheço empresas que preferem alunos de universidades particulares porque os alunos de universidade federal tem horários muito loucos e pra empresa isso é ruim. A carga horária poderia ser reduzida ou melhor aproveitada. Matérias indispensáveis para um profissional em Eletrônica como aprender a usar o Altium são optativas. Isso não faz sentido algum pra mim.”

Igor Ivan Gaudeda (Turma 2017 – Engenheiro P&D – Landis+Gyr)
igorgaudeda@live.com

“Teve importante função na minha formação pessoal e profissional, ensinando muitos aspectos que são utilizados na vida”

Victor Volochtchuk de Araujo (Turma 2017 – Analista de projetos – Segula)
volochtchuk@gmail.com

“O curso de Engenharia Eletrônica foi muito agregador no período em que estive fazendo estágio nas empresas em Curitiba. O aprendizado em algumas disciplinas foi essencial para que conseguisse desenvolver projetos com excelência. No mestrado que estou fazendo atualmente, é utilizado o conhecimento da graduação, com o complemento específico necessário. Na minha opinião, o nível elevado de algumas disciplinas (Sistemas Embarcados, Sistema Operacionais, Laboratório de Processamento digital de Sinais, Controle 2 e por aí vai) prepara de forma adequada para enfrentar as situações de mercado, tendo essas disciplinas um fator importante no conhecimento de áreas de engenharia, assim como no desenvolvimento da capacidade de resolver problemas. Mas, nem todas as disciplinas da graduação são assim (Disciplinas de gestão e economia, desenvolvimento de projetos, e por aí vai). Algumas disciplinas não abortam de maneira prática os problemas, apenas teórico, não dando ao aluno a real visão da situação de mercado, e isso acaba sendo um problema, pois o tempo de aprendizado dentro de uma empresa para um profissional de Engenharia Eletrônica tem que ser o mínimo possível. Outro fator que é preciso destacar, é a não atualização de conteúdos e tecnologias de acordo com os dias atuais. A Engenharia Eletrônica, sendo uma área forte do setor tecnológico, em mundo extremamente dinâmico, é preciso se atualizar de acordo, com a utilização de microcontroladores atuais (ARM), sistemas de Cloud (nuvem), redes neurais (inteligência artificial) e tudo de mais tecnológico que está sendo utilizado hoje.”

João Vitor Galdino Souto Alvares (Turma 2018)
joaovgsa@gmail.com

“O curso trouxe uma visão global, de Engenheiro, sobre o mundo da Eletrônica, contribuindo para que conhecimentos e experiências fossem adquiridos e, quando postos à prova, fossem utilizados de maneira a resolver problemas e situações diversas de forma eficiente e consciente. O curso precisa de melhorias, que estão sendo feitas aos poucos, mas promove desenvolvimento acadêmico, profissional e pessoal excepcionais. É um caminho longo e árduo, com muitos obstáculos e enevoado, porém quando se enxerga à frente, as dificuldades que ficaram para trás são só instrumentos para avançar.”

Luiz Felipe Kim Evaristo (Turma 2018 – Bosch – Trainee)
luizfke@gmail.com

“Acredito que muita. Não só para a função que atuo hoje, na área de eletrônica veicular, mas para a vida toda. O curso de engenharia na UTFPR proporciona um raciocínio lógico inigualável. Acredito que muitas melhorias ainda devem ser realizadas, no curso e na universidade:
1- aproximação maior entre a universidade e as empresas do mercado.
2- melhor adequação da grade, seguindo instituições renomadas e criando uma nova identidade da UTFPR, mais moderna e preparada para o mercado atual.”

Estevao Ronzani (Turma 2017 – Renault – Engenheiro)
estevaoronzani@gmail.com

“O curso me deu todos os conhecimentos que utilizei no início do meu trabalho. E mais do que isso, me ensinou a sempre buscar novos conhecimentos, o que me permitiu progredir dentro da empresa.”

Eryck Costa Kazeker (Turma 2017 – Bematech – Analista de desenvolvimento de produtos Jr)
eryck_kazeker@hotmail.com

“UTFPR e o curso de Eng. Eletrônica são, acima de tudo, experiências formativas que desenvolvem um profissional extremamente analítico, resiliente, intelectualmente curioso e capaz de resolver problemas nas mais variadas áreas.”

Gustavo Kowalski (Turma 2008 – McKinsey & Company – Gerente )
guskow@gmail.com

“O curso foi fundamental para consolidação dos conhecimentos adquiridos no curso técnico e também pelas oportunidades que me proporcionou em termos de rede de contatos. Tive oportunidade de realizar intercambio para Alemanha, desenvolvendo projetos com tecnologia de ponta. Atualmente colegas de universidade e professores tornaram-se clientes, fornecedores e parceiros de negócio.”

Nilson Bastos Junior (Turma 2004 – Qualicode – CEO / CTO – )
nbjrbr@gmail.com

“Foco no desenvolvimento pessoal através da auto-iniciativa e entrega de resultados. Por abranger diversas áreas de conhecimento (tanto da área de exatas como as biológicas e também humanas) o profissional torna-se capaz a adaptar-se às diversas necessidades do mercado ou ambiente corporativo, não se restringindo apenas à sua especialidade. O curso é muito interessante para qualquer um que esteja interessado em seguir carreira profissional na iniciativa privada ou também na acadêmica – e até mesmo na área de empreendedorismo, bastante estimulada durante toda a graduação”

Cesar Makoto Tabata (Turma 2016 – Tribunal Regional do Trabalho 8ªRegião – Analista Judiciário – Sistemas de Informação )
cesartabata@hotmail.com

 


 

“O curso me possibilitou construir um raciocínio lógico, de ter pensamento crítico, buscando soluções para problemas através de análises de cenários, impactos, riscos. A parte técnica foi um complemento para essa formação do pensamento de um engenheiro.”

Anderson Tosi Mello ( Turma 2011 – Gemalto – Supervisor de Sistemas )
andersontosi@gmail.com


“O curso teve grande importância em minha vida, nele aprendi inúmeras habilidades e adquiri muito conhecimento, além de fazer grandes amigos. Na minha opinião o curso é de um nível bom, porém há bastante espaço para melhorar. O ponto forte é que em diversas áreas da eletrônica sinto que foi ensinada uma base de conhecimento forte, que permite ao egresso crescer sempre.”

João Pedro Battistella Nadas ( Turma 2014 – University of Glasgow – Aluno de doutorado)
jpnadas@gmail.com


“Entrei no curso de Engenharia Eletrônica após ter me formado como Técnica em Mecânica, também na UTFPR. Eu sempre adorei mecânica e tinha como certo que faria engenharia nessa área. Porém, quando tive contato com robótica e eletrônica durante o curso, decidi me aventurar no mundo da eletrônica – uma das melhores decisões que já tomei! Durante a graduação tive a oportunidade de conhecer excelentes professores, fazer monitoria de programação, realizar Iniciação Científica por um ano e estagiar na área. Entretanto, uma das melhores oportunidades foi a de realizar intercâmbio no Canadá durante o curso. Tal experiência me possibilitou conhecer pessoas do mundo inteiro, aprender sobre novas culturas e compreender o potencial que eu tinha adquirido durante a engenharia. O curso de Engenharia Eletrônica da UTFPR forma profissionais extremamente competentes, capazes de se adaptar a diversas situações. Quando fui para o Canadá, fiquei contente em descobrir o quanto tinha aprendido no Brasil e que tinha recebido uma educação de nível mundial. A grande maioria dos alunos que se formam neste curso tem capacidade para serem aceitos em renomadas empresas e universidades, por todo o mundo. Temos o conhecimento e a coragem para conquistar nossos sonhos.”

Susanna Vital ( Turma 2016 – Universidade de Alberta, Canadá – Aluna de Mestrado )


“Primeiramente, o curso foi fundamental tanto para formação profissional valorizada e exigida no mercado de trabalho, como também pela vivência com as amizades, valores, superação de dificuldades. Sobre o curso, no meu ponto de vista teve abrangência, atualização e aprofundamento muito bom nos conteúdos, preparando para atuar em diferentes posições desde gestão/liderança técnica até a produção de soluções engenharia com qualidade. Certamente é um curso muito bem recomendado.”

João Ricardo Sviech (Turma 2015 – Quantum Ind. Eletrônica – Gerente de Engenharia)
joao@quantumeletronica.com.br


“O Curso preencheu muitas de minhas necessidades hoje como profissional, no meu caso que estou exercendo plenamente as atividades de eletrônica, e foi muito produtivo. Não houve nenhuma cadeira que foi dispensável, e hoje colho frutos do curso e de meu empenho como estudante. Vale a pena se dedicar e aproveitar ao máximo as aulas. Parabéns a todos da instituição.”

Juliano Kowalczuk Cioffi ( Turma 2010 – BP&M – FAE )
juliano@mcmtelecom.com.br


“Teve enorme importancia, principalmente na carreira.”

Felipe da Silva Ribeiro ( turma 2012 – Unify – Analista de Desenvolvimento )
fribeiro.eln@gmail.com

“O curso me proporcionou uma nova maneira de pensar e resolver problemas. Também me ensinou a ser mais pró-ativo e ir além do básico.”

Bruno Gruber ( Turma 2017 – American Glass Products do Brasil – Engenheiro Trainee )
brgruber@gmail.com


“O curso de engenharia em si me ajudou a desenvolver técnicas e me ensinou a pensar em como resolver problemas complexos, mas nunca trabalhei na área de eletrônica. O curso foi bom mas a infraestrutura da UTFPR poderia ser melhor. Os professores apenas com mestrado foram muito melhores que os professores com doutorado.”

Leandro Salles ( turma 2010 – INSEAD – Pós-graduando em MBA)
leandro.salles@insead.edu


“O Curso de Engenharia Eletrônica possibilitou uma ampliação de oportunidades que minha vida pode seguir.”

Elton Cecon ( Turma 2008 – Força Área Brasileira – Chefia de Subdivisão )
eltoncecon@gmail.com


“A UTFPR me proporcionou uma formação completa que me gerou uma extrema vontade de empreender. Muito do que sou e do que faço está vinculado ao curso de Engenharia Eletrônica. Não só na vida pessoa como também pessoal.”

Christiano Belli ( Turma 2012 – Snitch – CEO – Gestão e novos produtos )
christiano.belli@snitch.com.br


“Acabei vindo trabalhar na área de informática – desenvolvimento de sistemas, mas foi no curso de engenharia que descobri essa minha vocação, pois temos várias matérias na área de programação de software. O curso foi importante para minha vida, pois com ele eu consegui entrar no meu primeiro emprego na área de programação. O curso é muito bom, mas depende do esforço do aluno tirar bom proveito dele.”

Luana Dobginski Silva Schultze ( turma 2007 – MPF/Paraná – Analista de Sistemas )
luanataz@gmail.com


“Graças ao alto nível do curso, com um pouco de dedicação consegui passar num concurso público na área de engenharia. Também posso afirmar que todas as disciplinas tiveram grande importância em minha formação, mais especificamente as de metrologia. Espero que o curso só melhore.”

Erik Wolf Kozminski Ribas ( turma 2007 – Força Aérea Brasileira – 1º Tenente)
erik.ribas@gmail.com


“O curso de Engenharia Eletrônica da UTFPR foi o grande marco da minha vida profissional. A dificuldade enfrentada no curso se mostrou um diferencial enorme no mercado de trabalho. Tive oportunidade de atuar como professor no IFMT e pude perceber como o curso no campus Curitiba é bem organizado, com certeza anos de experiência dos professores que ali atuam.”

Bruno Gustavo Janoca Oliveira da Silva ( turma 2014 – Profissional Jr Ênfase Automação – Petrobras Distribuidora)
brunojro@hotmail.com


“O curso de engenharia da UTFPR foi imprescindível para minha carreira profissional em business (negócios). Trabalho em management consulting (consultoria de gestão de empresas) na McKinsey juntamente com outros engenheiros e economistas, os quais, em geral, estudaram na USP, Unicamp, ITA e FGV. A UTFPR treinou meu raciocínio lógico e me proveu das ferramentas que eu precisava para competir de igual para igual com outros profissionais das melhores escolas do Brasil.


No momento estou concluindo meu MBA na Universidade da California Berkeley e tenho a honra de estudar disciplinas de engenharia dessa istituição, de onde saíram diversos nomes famosos como Steven Wozniack, co-fundador da Apple, Eric Schimidt,executive chairman da Google, e Gordon Moore, fundador da Intel. O curso de engenharia da UTFPR foi o primeiro passo para eu ser aceito em Berkeley e tornou tudo isso possível.

O curso de Engenharia Eletrônica é o lugar certo pra quem quer ser desafiado intelectualmente. Das 10 disciplinas mais difícieis que cursei em minha vida, incluindo estudos nos Estados Unidos e na Alemanha, provavelmente 9 foram na UTFPR. Foi muito tempo estudando que, ao final, valeu o esforço, pois cresci pessoal e profissionamente. Se eu pudesse voltar atrás na vida, teria feito tudo de novo!”


Alexander Prosser ( turma 2009 – Estudante de Pós-graduação – University of California Berkeley )

“Muito mais do que as habilidades em cálculo, física e conhecimentos de eletrônica, o curso me oportunizou ser uma pessoa apta a administrar, gerenciar e resolver problemas das mais variadas formas, com rapidez de raciocínio, com método, com organização e com inteligência/sabedoria. Um engenheiro formado na UTFPR pode se destacar nas mais diversas funções, em qualquer ramo de atuação. É uma formação para a vida!”

Daniel Rodrigues de Quadros (turma 2008 – Técnico Judiciário – Especialidade Informática -Justiça Federal do Paraná (TRF4))
dquadros@gmail.com


“Teve toda importância para minha carreira profissional. Atualmente também sou aluno de doutorado no CPGEI da UTFPR na área de Telecomunicações e Redes”

Jamil de Araujo Farhat (turma 2013 – Engenheiro Eletricista – Banco do Brasil)
jam.farhat@gmail.com


 

“Foi preponderante para que eu fosse contratado como Engenheiro em uma empresa líder em Engenharia Elétrica”

Gabriel Knor Maynardes (turma 2010 – Engenheiro de Serviços de Campo – ABB)
gabriel.maynardes@br.abb.com